sábado, 11 de julho de 2009

Observando do tédio


Quando se está num dia entediado, não se tem muito a fazer. Principalmente quando na há opções.
Decidi ir pra rua na tentativa de me animar ou ver algo diferente.
Na esquina de minha rua passavam alguns carros, transeuntes... Uma mulher linda passeando com duas crianças. Ela tinha olhos verdes, cabelos loiros cortados num estilo repicado na altura do queixo. Linda, mas o vestido hiper demodê não estava ajudando muito.
As crianças pareciam estar bem felizes com aquele passeio. Ouvi a mulher pronunciar o nome de uma delas: “Maria Laura, segura a mão de sua irmã”.
Maria Laura era a mais falante. Numa distância de cinco metros já se ouvia a sua voz. Falava e gesticulava como gente grande.

Carros, transeuntes... Um casal de namorados passeando. Bem, acredito que a idéia de passeio não veio dela. Ficou muito nervosa quando ele disse: “Pô, você num queria ir à praça?”
Ela – “Eu num tô indo a lugar algum! Eu to andando, to andando!”
Ele – “Mas voc...
Cortando, ela diz: “Calaboca!” e saiu andando na frente.
Fingi que nem vi... Mulher nervosa desconta em quem quer que seja. RS

Mais carros, transeuntes... Uma turminha de adolescentes andando de moto e tomando todo o espaço da rua.
São uns carinhas muito engraçados. Imagine você se eu ralaria o mês inteiro pra poder pagar a prestação de uma moto, encher o tanque todo o final de semana pra – nestes mesmos finais de semana – ficar carregando homem pra cima e pra baixo na minha garupa.
Passa turminha, volta turminha e só macho fungando no cangote.

Outra vez carros, transeuntes, turminha de moto... Uma mulher lindíssima vem passando na mesma calçada em que estou (Wooooow!). Não falo nada, só observo e faço uma leve mesura, ela retribui o gesto.
Não consigo falar “gracinha” pra mulher na rua. Sinto-me como aqueles completos idiotas que quando vêem uma mulher tem a brilhante inteligência de dizer: “Que isso, hein?!”. Ou pior: “Você é muito linda.” A mulher sai de casa toda bem produzida, elegante, sabe que está linda e tudo que o cabra consegue - em sua brilhante inteligência de Shrek – dizer é: “Você é muito linda.” Tem como ser mais óbvio e previsível?
Quem enfrenta coisa pior é a Aninha Leme toda vez que vai à padaria. kkk!!!

Agora poucos transeuntes, carros... Novamente a turminha de moto. Dessa vez um deles está com uma guria na garupa (amém irmão!!!).
O casal de namorados que passeava discutindo, na volta, ainda não tinham se entendido. Desta vez quem caminhava à frente era ele... Gesticulando, esbravejando, resmungando... Mas logo, logo farão as pazes.
A linda mulher de olhos verdes, cabelos loiros repicados na altura do queixo e vestido demodê, voltava com as crianças.
Maria Laura correu e a mulher gritou: “Maria Laura, já pro canto!”
Definitivamente essa menininha é um pinga fogo. rs

Começou a chover, não há mais nada pra ver... Fui pra casa escrever. =DD

12 comentários:

  1. Como canta Toni Garrido..."todo mundo espera alguma coisa, de um sábado a noite!"...rs
    Bjão

    ResponderExcluir
  2. oissssssss
    adorei o post de hoje!! e obrigada por ter mencionado o meu nome!kkkkkk espero casar com um dono de padaria, acho que seria o mínimo, né?
    hoje saí para almoçar com minha mãe, mas não vimos nada de muito interessante. Talvez um mendigo mais louco que o batman dançando ao melhor estilo Michael Jackson.kkkkk
    hilário!

    beijossssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Oi Vagner, muito bom seu post!Quer dizer que o povo compra moto pra ficar levando macho na garupa?kkkkk Na epoca que eu morava ai, nao era assim nao rsrsrs!Continue assim, sem falar gracinhas pras meninas, eu acho muito feio quem faz isso....Boa semana, bjs!

    ResponderExcluir
  4. Só vc msm!!!!
    Não tem cm não falar de mulher né!!!
    Macho na garupa foi ótimo!rsrsrsrs!

    Bjks:)

    ResponderExcluir
  5. Haja tempo para a contemplação hein! Te invejo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela visita!
    beijo pra você!

    ResponderExcluir
  7. Vagner, o drama do mundo moderno... A solidão... ou tédio...
    Tudo a mesma coisa...rs


    Olha, não sei onde me prendí mais.. O texto excelente... Mas essa fota... me ví alí... daquele jeitinho...rs


    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Vagner, seu perfil está bloqueado?
    Quando a gente clica nele dá como restrito.
    Ativa aí, garoto cor de chocolate rsrsrs
    Beijos e bom dia.

    ResponderExcluir
  9. E quer coisa melhor que espantar o tédio que observar pessoas e depois escrever!

    Obrigada pelos elogios! O melhor da promoção do blog Um Pouco de Mim foi fazer novos amigos e descobrir novas leituras deliciosas!

    Uma ótima noite! Não sei aí, mas aqui está começando uma noite bem friaaaaa...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Observar também é arte, logo, aprendizado!!!
    Pena que poucas pessoas se permitem serem, de fato, observadoras (observar requer raciocínio, rsrsrs...)
    Vagner, tem selinho no meu blog pra você!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. A net as vezes nos salva desses descontetamentos. Viajamos nela. bj

    ResponderExcluir
  12. MEU SABADO TINHA TUDO P SER UM TEDIO...MAIS AI TUDO MUDOU DE UMA MANEIRA INESPLICAVEL E MARAVILHOSA...RSRSRS FOI UM DOS MELHORES DIAS DE MINHA VIDA..ATE AGORA TOU SONHANDO BJUSSSS

    ResponderExcluir

Deixe um pouco de você aqui.